Nossas Atitudes Precisam Refletir a Mensagem de Nossas Palavras

Nunca fui muito ligado em religião e até hoje não me considero um homem religioso apesar de acreditar em Deus e seguir sua palavra. Mas alguns momentos marcam nossa vida quem goste quer não.

Nasci no fim da década de 80 e cresci nos anos 90, em um lar bastante religioso. Meus pais eram evangélicos presbiterianos, e passei por muitas privações que não entendia por conta do dogmatismo religioso deles.

Não tinha tv em casa, não podia jogar bola na rua com as crianças da minha idade, não usava bermudas, entre outras coisas que não faziam sentido pra mim enquanto criança e adolescente.

Quando tinha uns 15 anos, me lembro das polêmicas envolvendo um dos ídolos, se é que posso chamar assim, da minha mãe. Foi mais ou menos quando o então pastor Caio Fábio, quem eu conhecia apenas por fitas k7, foi exonerado da igreja presbiteriana.

Para saber quem é Caio Fabio, visite http://prcaiofabio.com/

Como vivia com meus pais, me lembro do alarde que teve quando isso aconteceu. Minha família ficou arrasada. Na época não entendi bem essa comoção até porque não conhecia o homem, só a fita cassete com seus sermões.

Alguns anos depois, me mudei de São Paulo para o Rio de Janeiro para trabalhar na área de logística do Porto do Rio de Janeiro, e um dia qualquer eu vi um iate luxuoso à distância no mar e os estivadores diziam que era do pastor Edir Macedo, eles ficaram em polvorosa mas não dei muita importância.

Alguns anos depois, acordei cedo durante o fim de semana para comprar peixes assim que as jangadas chegam à praia.

jesus_calms_the_storm__jesus_acalma_a_tempestade__by_bimartins-d5jisoqNessa ocasião tive a oportunidade de ver um rosto familiar, o pastor Caio Fábio estava andando de jangada junto com alguns pescadores. Logo me lembrei do iate do outro pastor e finalmente compreendi a admiração que minha mãe tinha pelo homem.

Essa visão me fez lembrar de Filipenses 2:1–11, onde Jesus é exaltado por suas ações e não por suas palavras. Deixo aqui essa reflexão sobre humildade e compromisso com a Palavra para que tirem suas próprias conclusões