Iphones e seus mercados paralelos

Saber que o Iphone foi um grande divisor de aguas na história da Apple e do Steve Jobs é fácil. A história do grande empreendedor hoje é representada em livros e filmes com grandes artistas e praticamente todas as pessoas do planeta já ouviram falar em seu nome e sabem reconhecer sua imagem. A grande referencia no empreendedorismo criou o smartphone mais cobiçado do mundo e praticamente foi o grande Market maker que revolucionou um verdadeiro habito que as pessoas têm hoje em dia de possuir um smartphone. Então, assim como todo mundo tem o habito de escovar os dentes ou então de tomar banho, praticamente a mesma quantidade de pessoas usar todos os dias seus celulares inteligentes e tem ou querem ter um iphone.

Esse grande numero de usuários de iphones e até das outras marcas em geral dos smartphones como da grande concorrente, a Samsung que produz diversos tipos de galaxys acaba gerando uma enorme demanda paralela por outros complementos que não é atendida pelas próprias empresas.

O mercado de carregadores de celulares é gigantesco e praticamente as pessoas só possuem um carregador oficial pois ele vem junto com o celular. Mas quando elas precisam de um novo, praticamente o mercado de carregadores paralelo é que atende esta demanda.

Outro exemplo de um mercado, só que desta vez a Apple possui praticamente 0% de participação é o de skin para celulares. Com certeza fazer skin para celulares não é o core business da apple e por isso lojas como a Sobressair acabam morder um pedaço de Market share a atuam inclusive em mercados de outros aparelhos, como o Xbox One ou então em adesivos para notebooks. Se você pegar o potencial de um mercado como esse, vai ver que existem milhões de dólares em jogo. Outras grandes marcas americanas, como a D brand mostram que podem conseguir um trafego e milhares de dólares.

Os perigos de investir na bolsa em tempos de crise

 

Os mercados financeiros do país estão sendo impactados de forma direta com a crise econômica em todo o mundo, o período de recessão financeira prova impactos em todas as partes da economia nacional, e principalmente nas empresas e seu valor de mercado, muitas dessas organizações partem em busca de capital, para manter a saúde financeira de seu negócio, e busca abrir o seu capital financeiro através da bolsa de valores, onde são disponibilizadas pequenas porcentagens chamadas de ações, e investidores interessados em aplicar quantias financeiras, em busca de um retorno maior de acordo com o valor de suas ações como falado no Mago do Mercado.

A bolsa de valores funciona de acordo com a situação do país, logo em tempos de crise e desvalorização da moeda, as ações tendem a cair em seu valor de mercado, algo que não é bom para ambas as partes, para a bolsa por afastar os investidores, o que acaba atrapalhando o processo de funcionamento do mercado de investimentos, e para as empresas que acabam perdendo seu valor de mercado e os possíveis aportes financeiros que são extremamente importante para o seu funcionamento, o período de recessão atinge em cheio o mercado de valores não só aqui como em todo o mundo, pelo fato de estarem interligados.

Por esse motivo é necessário que haja um estudo de mercado sobre onde realizar seus investimentos, evitando assim possíveis prejuízos futuros, pois investir na bolsa é arriscado no sentido de que a qualquer momento o valor das ações pode despencar, fazendo com que a sua renda diminua, ou pode subir de forma tão grande que você consiga recuperar todo valor investido em até cinco vezes mais, portanto este é preciso cautela na hora de escolher quanto investir, analisando todos os prós e contras dos investimentos feitos em tempo de crise.

Aprenda a criar autoridade para sua empresa.

Com certeza a criação de autoridade é um dos maiores desafios para novos empresários que buscam elevar o nome de sua empresa no mercado digital. Nos dias atuais, as pessoas estão mais interessadas em comprar pela internet e por isso ter uma boa audiência no mercado digital que reveste com autoridade para fazer um bom número de vendas através de compras online.

Para se criar autoridade deve se ter inicialmente uma boa ideia de como fazer um bom plano de ação. Usar mais de uma ferramenta é importante para criar presença online. Porém o conteúdo deve ter qualidade em todas as plataformas, seja um blog, ou um canal no YouTube, ou um podcast, ou na criação de e-book ter qualidade no conteúdo é essencial e claro, não esquecer das redes sociais pois são elas que criam autoridade e engajamento com o seu público. Ter um plano de ação é essencial, saber diferenciar sobre o que você terá em cada dia é de extrema importância para que crie também uma expectativa nas pessoas. Recomendamos que dos sete dias da semana, no mínimo e quatro tenha um conteúdo inédito. Para isso, recomendamos a criação de um blog, com dois artigos por semana e um canal no YouTube, também com dois vídeos semanais, sempre com temas sobre o seu mercado, com o intuito de gerar valor para seus espectadores. Ja conhece a Thunder Mustard?

A qualidade do produto é essencial, fazer com desleixo afeta em grande esfera de autoridade que você deseja tomar, pois um conteúdo mal produzido, dá a entender que a qualidade dos seus serviços também não seja bom. Por isso, mesmo que não tenha uma grande qualidade de edição, tenha o básico e com um conteúdo de qualidade. Para dar credibilidade ao público.

Investir na Bolsa de Valores e no Tesouro Direto

Algumas pessoas acreditam que investir na Bolsa seja algo cheio de risco. Pensam que aplicar na Bolsa é o mesmo que perder e ganhar dinheiro em um piscar de olhos. É claro, todo o investimento é arriscado, mas não é preciso ter um medo exagerado.

Existem sim algumas desvantagens ao investir seu dinheiro, mas depende bastante do ponto de vista, pois o que para alguns vem como dificuldade já para outros vem como oportunidades. Alguns investidores vem isso como desafio e tem as perdas como aprendizado, e buscam aprendem como melhorar para evitar que algo do tipo aconteça novamente. Mas o principal eles nunca se abalam.

Vou listar algumas desvantagens em investir e junto algumas sugestões de como evitar elas.

  • Lucros em longo prazo: Todo o investimento, inclusive o tesouro direto, (clique aqui) que você fizer gerará algum lucro, mas lucros mais expressivos virão em longo prazo. Em pouco tempo você também terá algum rendimento em curto prazo, mas não é esse objetivo, se você investe você quer acumular lucros e viver de rendimentos, e isso só virá acontecer em longo prazo. Então se você é ansioso, precisa aprender a lidar com isso.
  • Instabilidade econômica: No momento que você escolhe ser investidor, você aceita o termo de estar permanentemente vulnerável. Seja por crise econômica no país ou mesmo por oscilações na bolsa. Do mesmo modo que tem garantias sempre haverá incertezas. E dependendo do setor econômico que é afetado suas ações podem sofrer variações de preços de repente. E você pode perder ou ganhar.
  • Grandes Riscos: Não há retorno se você não se arriscar. Antes de estabelecer qualquer opinião sobre os riscos de investir, lembre que o retorno pode ser considerável também. Assim como em qualquer modalidade de investimento você correrá riscos, mas o que vai diferenciar você dos demais é a forma com que você lida com eles.
  • Conhecimento: Assim como qualquer outro assunto. O mercado de investimento exige aprendizado de economia, financeiro e político. E você também terá que ter alguma habilidade analítica para interpretação de dados. Mas não se preocupe, todo o conhecimento necessário pode ser estudado e desenvolvido no momento que você estiver preparado para se dedicar e aprender. É essencial se atualizar, buscar por livros e blogs e pesquisar informações em fontes especializadas no assunto.

Você tem que ter em mente que investir na bolsa de valores tem suas vantagens e suas desvantagens e você deve estar pronto para lidar com elas a qualquer momento. Se você esta preparado para isso, já pode começar a investir. Mas não esqueça de estudar e entender sobre o assunto para obter sucesso.